segunda-feira, 20 de maio de 2013

Memória sobre o grande filão metalifero que passa ao nascente de Albergaria-a-Velha e Oliveira de Azeméis (1859)

Carlos Ribeiro (1813-1882)

Em 1859, Carlos Ribeiro [um dos fundadores da geologia portuguesa], membro director da Comissão Geológica, publicou "Memoria sobre o grande filão metalífero que passa ao nascente de Albergaria-a-Velha e Oliveira de Azeméis".

A missão dessa Comissão era elaborar o mapa geológico de Portugal continental que só viria a ser publicado em 1876. A riqueza do seu subsolo foi largamente evidenciada por Carlos Ribeiro que refere nesse estudo que: “o distrito da Beira que encerra maior número de filões e oferece os caracteres de uma verdadeira região metalífera é, sem dúvida, a parte ocidental do distrito de Aveiro que compreende os cinco concelhos de Vila da Feira, Oliveira de Azeméis, Albergaria-a-Velha, Sever do Vouga e Cambra”.

Trata-se de uma faixa mineralizada de cerca de 40 km de comprimento por 10 a 20 km de largura, orientada de Norte para Sul entre o Douro e o Vouga, mais propriamente entre a Feira e Albergaria-a-Velha.
 


De entre os muitos jazigos metalíferos existentes nesta zona do país, pôde encontrar-se um significativo conjunto de afloramentos pertencentes a um só jazigo, cujas explorações deram origem a minas de maior nomeada, como Telhadela, Palhal, Braçal, Carvalhal e Talhadas.

Não obstante o facto de alguns destes empreendimentos terem despertado, durante a segunda metade do século XIX e os primeiros anos do século XX, o interesse de algumas figuras de proa das burguesia portuguesa, foram essencialmente investidores estrangeiros os grandes responsáveis pela dimensão que obtiveram, num sector onde os capitais, as estruturas empresariais e os saberes técnicos nacionais eram francamente débeis. (…)

Em 1879 estavam em franca actividade as minas de cobre do Palhal e Telhadela.

Fontes: Francisco Vitorino (Estruturas empresariais e investimento estrangeiro nas minas do distrito de Aveiro: o caso das Minas do Vale do Vouga) / e-book


2 comentários:

hraf disse...

http://www.worldcat.org/search?qt=worldcat_org_all&q=albergaria-a-velha

tem pelo menos duas teses que devem abordar assuntos semelhantes

Blogger disse...

e-book

http://babel.hathitrust.org/cgi/pt?id=hvd.hn63sa;view=1up;seq=55