sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Pelágio Oliveira Brandão, empresário (Fortaleza, Brasil)

Pelágio Oliveira Brandão nasceu em Frossos em 1921. Aos 16 anos inicia a sua trajectória de sucesso quando emigra para o Brasil "trazendo em sua bagagem um curso prático de contabilidade, muita garra e determinação".

Quando chega a Fortaleza começa a trabalhar com seu pai, o Sr. Pelágio Rodrigues Oliveira, que era sócio, com outros dois portugueses, da firma Abreu Oliveira & Cia Ltda, que englobavam a Padaria Lisbonense, a Padaria Lisboa e a Padaria Industrial.

Pelágio aprendeu tudo sobre o ramo de panificação e em 1946 – então com 25 anos – compra a Padaria Estrela, com dinheiro emprestado pelo pai, nascendo, assim, a Padaria Estrela no centro da cidade de Fortaleza (Ceará).


A partir dos anos 70, a empresa inicia o fabrico de biscoitos, abrindo uma subdivisão na produção da Padaria Estrela, que viria a constituir a semente da Fábrica Estrela, indústria de produtos alimentícios derivados de trigo.

Era o inicio daquele que é atualmente um dos maiores complexos industriais do Ceará -o Grupo PELÁGIO OLIVEIRA S/A que gera atualmente mais de 1.800 empregos.

No início dos anos 80, a empresa instala-se em Maracanaú (Ceará) e enceta também o fabrico de macarrão (e outras massas) em complemento do fabrico de biscoitos.


Essa decisão traduziu o grande salto da empresa, consolidando no mercado a marca Fábrica Estrela.

No final da década de 90, é introduzida a marca Pelaggio inovando com a produção de biscoitos Wafers e de Recheados com sabores mistos.

Fontes: Fábrica Estrela: (1) / (2) / O Povo online


Troféu “Martim Soares Moreno da Comunidade Portuguesa”

Pelágio de Oliveira Brandão é um homem de visão empreendedora e muita disposição para o trabalho cuja história faz parte da presença da Comunidade Lusa de Fortaleza, de Maracanaú e da propria imigração portuguesa no Brasil. É um elo entre o passado, presente e inesquecivel futuro.

O empresário português foi homenageado com o troféu “Martim Soares Moreno da Comunidade Portuguesa” que foi entregue no Dia de Portugal (10 de Junho de 2011).

2 comentários:

Oscar Fernandes disse...

http://blog.opovo.com.br/portugalsempassaporte/trofeu-martim-soares-moreno-da-comunidade-portuguesa-no-ceara-2011-serao-entregues-no-dia-de-portugal-10-de-junho-no-pirata/

Blogger disse...

RC disse...

Conheci pessoalmente o Sr. Pelágio Brandão em Albergaria a Velha por ocasião das suas visitas a Portugal nos anos oitenta e noventa do séc. XX. Uma pessoa educadíssima, um verdadeiro gentleman sem nada a ver com alguns inchados novos-ricos dos brasis do antigamente. Um senhor!