quarta-feira, 2 de março de 2011

Antigos Hospitais de Albergaria-a-Velha


1938-1953

Extinto em 1834 o secular Hospital, criado a partir do Couto de Osseloa, a vila e o Concelho aguardaram um século pela construção e inauguração de um outro.

A 8 de Maio de 1923 foram aprovados os Estatutos da Misericórdia de Albergaria-a-Velha e na acta da primeira reunião vem "o mais expressivo reconhecimento e gratidão ao finado João Patrício Alvares Ferreira" que fora o iniciador da ideia e havia falecido pouco antes, inesperadamente. Ele e a família, por sua iniciativa, haviam contribuído com a quinta, onde se instalou, e avultada verba.

O hospital, situado ao fundo da maior avenida, pouco depois construída na vila, só abriu, após inúmeras dificuldades pecuniárias, em 6 de Janeiro de 1938, com três médicos e quatro irmãs freiras. Toda a obra se devera ao Provedor e então Presidente da Câmara, Dr. Bernardino de Albuquerque.


1953-1997

Em 3 de Maio de 1953, foi inaugurado um novo Hospital, no Local do anterior que se demoliu. Ficou a dever-se á iniciativa de Augusto Martins Pereira, o grande industrial e benemérito, o qual com a ajuda dos trabalhadores das "Fabricas Alba" e subsídios estatais o pôs a funcionar e a Misericórdia o manteve até ao ano de 1975.



Com a construção de um novo edifício na Avenida 25 de Abril, os serviços de saúde (SAP) transferiram-se para este local em Março de 1997, encerrando-se definitivamente as instalações anteriores.

Com esta transferência de serviços, a ala sul do edifício antigo foi totalmente remodelada e anexada como prolongamento do lar da 3º idade. A ala norte está, nesta data, a ser alvo de profundas modificações no sentido de adaptação do edifício para novas realidades e novos desafios.

Fonte: Junta de Freguesia (adaptado)

Colaboração: Eng. Duarte Machado (fotos)

Actual SAP (1997 - ...)

1 comentário:

Mino Andrade Freitas disse...

A minha Terra
Mino Andrade Freitas