terça-feira, 20 de março de 2012

Padre Raul Domingues da Cruz (1909-1986)

Nasceu no Sobreiro, freguesia de Albergaria-a-Velha, a 21 de Janeiro de 1909, filho de José Domingues da Cruz e de D. Rosa Dias Pereira.

Fez os seus estudos primários na sede do Concelho e ingressou no Seminário do Porto. Foi ordenado Sacerdote pelo Bispo do Porto, D. António Augusto de Castro Meireles, a 6 de Agosto de 1933. A missa nova foi celebrada em Fátima, a 17 de Agosto de 1933.

De Agosto a Outubro de 1933 é encarregue interinamente da paróquia de Valmaior, sendo nomeado pároco da Ribeira de Fráguas em 31 de Outubro do mesmo ano, onde permaneceu até 1986.


Notabilizou-se pela força que dedicou na construção da nova igreja após o incêndio que destruiu a anterior, no dia 3 de Maio de 1953.

É nas dificuldades que se revela a têmpera dos homens, e o Padre Raul conseguiu-o. Entre outras iniciativa, enviou uma carta aos seus colegas padres:

“Não lanço mão de sorteios (…) Estamos todos saturados deles. Apelo antes para a compreensão e generosidade daqueles que sabem calcular bem o infortúnio dum padre que dum momento para o outro vê a sua igreja reduzida a um montão de brasas e de cinzas.”


Foi o grande mentor do Cortejo da Telha, no qual cada paroquiano participava com uma telha para a igreja.

Foi grande animador dos Cursos para Ministros, dos Cursos para Catequistas e dos Cursos de Formação de Leigos para Ministros Extraordinários de Comunhão e de muitas outras jornadas do apostolado.

Foi Vereador da Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha entre 1946 e 1950, escrivão da Junta de Freguesia de 1942 a 1956 e Professor da Disciplina de Religião e Moral.


Curiosidade: foi um dos primeiros homens da Ribeira de Fráguas a possuir máquina fotográfica.

Veio a falecer em 21 de Maio de 1986 no lugar onde nasceu [Sobreiro].

Fonte: Adaptado de "Ribeira de Fráguas - a sua História" de Dra. Nélia Oliveira e Nuno Jesus; Fotos: Colaboração de Nuno Jesus

Sem comentários: