segunda-feira, 21 de setembro de 2009

A origem de algumas ruas de Albergaria-a-Velha (II)

Em sessão da Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha, de 8 de Outubro de 1889, por proposta do Vereador da minoria, Patrício Theodoro Álvares Ferreira, foram aprovadas algumas alterações aos nomes das ruas. Assim foi dado o nome de Rua Dr. José Henriques Ferreira à Rua da Travessa.

A 29 de Outubro do mesmo ano, por proposta do Vice-Presidente Clemente de Sousa e Melo, que presidiu na falta do Presidente, foi deliberado que o Largo Municipal tomasse o nome de Praça Comendador Ferreira Tavares.

Era esse o empenho do irmão de Clemente, Dr. Alexandre Bernardo de Sousa e Melo, que estava casado com uma sobrinha do referido Comendador, de nome Dª Carolina Luiz Ferreira.

Esta deliberação foi algo contestada, já que alguns albergarienses entendiam que pelos serviços prestados por Ferreira Tavares, como Presidente da Câmara, era bastante a Comenda que recebeu e o nome ao largo da (…) sua residência (…) (que depois foi residência do Dr. Alexandre Bernardo de Sousa e Melo e deste tomou o seu nome) e não ao principal largo da vila (…)

Segundo fontes da época: “(…) em Albergaria, desgraçadamente, quase tudo se tem feito por vaidade e capricho e por um compadrio indesculpáveis (…) Então onde hão de estampar um dia o nome dos que lhe prestaram verdadeiros e grandiosos serviços, como o Dr. João Eduardo Nogueira e Melo, Bernardino Máximo de Albuquerque e Patrício Theodoro de Álvares Ferreira (…)

Fonte: Delfim Bismarck Ferreira, Jornal de Albergaria (09-07-2002) (adaptado)

Imagem: Praça Ferreira Tavares (ao fundo) in "Albergaria-a-Velha – Oito Séculos do Passado ao Futuro” (António Homem de Albuquerque Pinho)

1 comentário:

Manuel disse...

Da pesquisa que fiz, pude verificar o grande trabalho que foi feito!... É de louvar, os meus parabéns....UM abraço do" Carteiro Teixeira"
Aveiro 09/10/22