sábado, 20 de agosto de 2016

Casa do Mouro


Casa setecentista de planta rectangular de único volume. [Número IPA Antigo: PT020102010006]

Descrição

Planta rectangular, volume único com cobertura em telhado de 4 águas.

Edifício de 2 pisos com fachada principal, dividida em 2 panos por pilastras toscanas.

Existência de 4 vãos em cada piso, tendo o 1º quatro portas simples de verga curva com cornija saliente que se ligam, três delas, às bacias das janelas de sacada do 2º piso; estas têm verga curva e guarda de grade em ferro; a outra janela é de avental, pouco desenvolvido, recortando-se a simular duas aletas opostas, ladeada por duas mísulas para suporte de floreiras.

No pano da direita, abre-se amplo portão com verga recta encimada por cornija sobrepujada por aletas com volutas deitadas enquadrando pedra rectangular ao centro, já sem brasão; encimando-a foi colocada posteriormente uma pequena janela rectangular simples ao nível do 2º piso.

A fachada lateral é flanqueada por pilastras idênticas, definindo dois panos: o primitivo, com 3 vãos em cada piso, e um acrescento lateral, à esquerda, com 2 janelas rectangulares simples, uma em cada piso; no 1º pano, três portas simples de verga curva, encimadas por janelas de peito também com verga curva, sendo a do meio com guarda peito de grade em ferro e as laterais de avental, pouco desenvolvido, recortando-se a simular duas aletas opostas, ambas enquadradas por duas mísulas para suporte de floreiras.

Friso e cornija corrida com beirado saliente rematam ambas as fachadas.


Acessos

Entroncamento das antigas saídas de Albergaria-a-Velha para N. (Porto) e para O. (Aveiro); Rua Doutor Alexandre de Albuquerque, n.º 1
 
Protecção

Inexistente

Enquadramento

Urbano, no ângulo de ruas, adossada a casas de 1 e de 2 pisos.

Utilização Inicial

Residencial: casa

Utilização Actual

Residencial: casa residencial e comercial [Café Triângulo]

Propriedade

Privada: pessoa singular


Afectação

Sem afectação

Época Construção

Séc. 18

Arquitecto / Construtor / Autor

Desconhecido

Cronologia

Séc. 18, finais - construção; séc. 19 / 20 - acrescentos laterais às fachadas com vãos rectangulares simples.

Dados Técnicos

Paredes autoportantes

Materiais

Granito (cantarias), telha marselha, ferro (guardas), madeira (caixilhos, alumínio (caixilhos do piso térreo)

Bibliografia

GONÇALVES, A. N., Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Aveiro, Zona Sul, VI, Lisboa, 1959, p. 54; FERREIRA, Delfim Bismarck, Casa e Capela de Santo António em Albergaria-a-Velha - Século XVIII, Porto, 1999

Fonte: SIPA (Paulo Dórdio/1997)

Sem comentários: